São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Economia
Abril 20, 2017 - 16:46

RMVale perde 4.080 postos de trabalho no primeiro trimestre

Segundo os dados divulgados pelo Caged, porém, no mesmo período do ano passado a perda foi ainda maior, com 5.442 vagas a menos; microrregião de Caraguatatuba foi a que mais perdeu no período, com 2.721 a menos

Marcos Eduardo Carvalho @marcosovale78

O desemprego ainda assombra os moradores da região. A RMVale teve saldo negativo de 4.080 postos de trabalho nos primeiros três meses de 2017, segundo dados divulgados na tarde desta quinta-feira pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho.

 Apesar do saldo negativo, os números já são melhores do que o mesmo período do ano passado, quando a região perdeu 5.442 vagas no período, uma variação de 74,9%.

Das seis microrregiões do Vale, três delas registraram saldo positivo nos três primeiros meses. Guaratinguetá teve 211 novas vagas, Paraibuna, 177 e Bananal uma vaga nova.

A microrregião de Caraguatatuba, que engloba todo o Litoral Norte e perdeu 2.721 vagas, seguido por São José, com 1.744 postos fechados no período.

No mesmo período do ano passado, as seis microrregiões do Vale no Caged apresentaram saldo negativo na criação de novos postos de trabalho.

Se for considerar apenas o mês de março de 2017, o Vale do Paraíba, que é dividido em seis regiões pelo Caged, teve um déficit de 2.087 postos de trabalho.

No país inteiro, o Caged registrou uma perda de 63.624 postos de trabalho em março, quase metade do apresentado em março de 2016, com 118 mil vagas a menos.

BALANÇO.

Em março, as três maiores cidades da região perderam postos de trabalho. São José fechou 838 vagas, seguido por Taubaté, com 123, e Jacareí, com 98.

No ano, São José já perdeu 1.390 postos. Taubaté perdeu 333 e Jacareí perdeu outros 185 postos de trabalho..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade  
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO