São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Brasil
Julho 14, 2017 - 13:35

Governo do Estado oferece curso de pintura a reeducandos do regime semiaberto

Via Rápida Expresso é uma modalidade do Programa Via Rápida coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (SDECTI)

Via Rápida Expresso é uma modalidade do Programa Via Rápida coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (SDECTI)

Foto: Divulgação/Corevali

No Vale do Paraíba, cerca de 100 detentos realizam as aulas práticas em escolas públicas da região


O Projeto Via Rápida Expresso, do Governo do Estado de São Paulo, oferece curso de pintura a reeducandos do regime semiaberto, que realizam as aulas práticas em escolas públicas. Em julho, 67 escolas da rede pública ganham um novo visual. A tarefa é realizada por 1720 reeducandos do regime semiaberto.

No Vale do Paraíba, cerca de 100 reeducandos participam do programa. Estão inclusas quatro escolas estaduais, localizadas nas cidades de São José dos Campos, Pindamonhangaba, Tremembé e Potim. 

Essa ação é uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (SDECTI), a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) e Secretaria de Estado da Educação (SEE). Nesta etapa serão contemplados 40 municípios paulistas, desde a capital até o extremo oeste do Estado.

Os cursos possuem dois módulos, divididos em 25/horas de aulas teóricas e 75/horas de práticas. As cidades foram escolhidas de acordo com a demanda da região. Na rede estadual, sempre nos meses que antecedem a volta às aulas, a SEE organiza atividades práticas de manutenção e limpeza nos prédios.

O projeto, iniciado no ano passado, profissionalizou 1.550 presos e contemplou 48 escolas em todo o Estado. Em 2017, serão qualificados até o final do mês de julho 2.720 reeducandos e beneficiadas 115 escolas.

Para o secretário de Estado da Educação José Renato Nalini, a ideia é oferecer à comunidade um equipamento recuperado. “Os executores dessa ação recuperam igualmente o valor conferido ao trabalho honesto e evidenciam o propósito de se dedicar inteiramente a ele, em lugar de perseverarem na senda do crime”, salienta.

Segundo o secretário da SAP, Lourival Gomes, a interação entre as secretarias é a matéria-prima para o sucesso do programa Via Rápida Expresso. "Na ação todos ganham, os usuários dos equipamentos públicos, o Estado porque proporciona mão de obra qualificada e os reeducandos que, além de aprenderem um ofício, ainda reduzem a pena", explica.

As escolas que serão restauradas no projeto serão a EE Comendador Teixeira Pombo, em Tremembé, EE Olímpio Catão, em  São José, EE Prof. Ivone Nogueira de Azevedo, em Pindamonhangaba e EE Prof. José Felix, em Potim.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO