São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Esporte
Julho 04, 2017 - 19:36

Campeão em 54 pelo Taubaté, Zé Américo morre aos 85 anos

Zé Américo

Zé Américo

Foto: /Crédito: Paulo Tibola

Ex-atleta foi ídolo no Burro da Central e também conquistou títulos com o São José

Marcos Eduardo Carvalho
Taubaté

O futebol do Vale do Paraíba está de luto. Nesta terça-feira, morreu Zé Américo, de 85 anos, um dos maiores jogadores da história do Taubaté. Ele havia tido três AVCs (Acidente Vascular Cerebral) e chegou a ficar internado nos últimos dias. Ele era viúvo de Eunice Marcondes da Silveira e deixa quatro filhos: Antonio Fernando da Silveira, Gino da Silveira, João Carlos da Silveira e Elaine da Silveira, além de 11 netos e 4 bisnetos. Ele está sendo velado nesta quarta-feira no Velório Sagrada Família, ao lado do hospital Policlin.

Segundo uma de suas netas, Ana Paula Guratti da Silveira, Américo teve alta do hospital nos últimos dias e estava se recuperando em casa. Nesta terça-feira, porém, começou a ter dificuldades para respirar e foi levado às pressas pelo Samu mas teve uma parada respiratória dentro da ambulância e não resistiu.

Campeão da divisão de acesso em 1954, defendeu o Burro da Central na elite do Campeonato Paulista, entre 1955 e 1962, no melhor momento da história do clube. Em 1958, foi o protagonista da vitória do Alviazul contra o Santos de Pelé, marcando dois gols da vitória por 3 a 2. Antes, havia defendido a Esportiva de Guaratinguetá.

Além de defender o Taubaté e a Esportiva, Zé Américo também jogou pelo antigo Esporte Clube São José, onde também fez bonito, conquistando o título da Segunda Divisão (equivalente à atual Série A-3) do Campeonato Paulista, em 1965. Ou seja, ele foi ídolo e vitorioso nos dois principais times do Vale do Paraíba.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO