São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Julho 05, 2017 - 23:02

Felicio contrata empresa de gestor ligado ao secretário de Finanças em São José

Audiência pública da Câmara debate metas para orçamento 2018 do município

Audiência pública da Câmara debate metas para orçamento 2018 do município

Foto: /Divulgação / CMSJC

Prefeitura de São José contrata, sem licitação, escritório de consultoria de empresário ligado a José de Mello Correa. Empresa apontou irregularidade em coletora de lixo

João Paulo Sardinha e Hernane Lélis
São José dos Campos

O governo Felicio Ramuth (PSDB) contratou, sem licitação, escritório de consultoria comandado por empresário ligado ao secretário de Gestão Administrativa e Finanças, José de Mello Correa.

A Soliva Sória Soluções Contábeis produziu relatório orientando a administração a inabilitar a Cavo a prestar serviço de coleta de lixo em São José dos Campos. O valor pago (R$ 8 mil) é o teto para contratos sem licitação.

Arthur Mauricio Soliva Soria e José de Mello Correa integram a diretoria da Fundação Lions Club. Soliva foi doador da campanha de Felicio em 2016. O escritório ainda foi beneficiado com a quebra da ordem de pagamentos.

COLETA.

A Cavo tinha contrato com a Prefeitura de São José até dezembro de 2018. Alegando falhas na prestação do serviço de coleta de lixo, o governo tucano rompeu o acordo e abriu nova concorrência.

Sustentare e Cavo participaram do novo certame, mas a segunda foi inabilitada, por problemas contábeis. O relatório elaborado pela Soliva avaliou as duas empresas e confirmou os problemas contábeis da Cavo.

A Cavo acionou a Justiça, mas, até agora, todas as decisões foram desfavoráveis à empresa, que sustenta ter R$ 13 milhões a receber.

OUTRO LADO.

A prefeitura negou que a relação entre Soliva e Mello tenha tido interferência no contrato. "O escritório de contabilidade fez uma análise da saúde financeira da empresa Cavo e Sustentare. A empresa Cavo foi inabilitada no pregão por causa de seus indicadores não atingirem o necessário do edital. A Fundação Lions Club de Leões é uma entidade social sem fins lucrativos", disse.

"A empresa Cavo contratada pelo governo do PT vinha causando transtornos à população pelo serviço de péssima qualidade. O serviço está normalizado graças a licitação feita pela atual gestão. O parecer técnico contratado, foi realizado por dispensa de licitação até R$ 8 mil, dentro das regras da Lei 8666", completou.

Procurado, Arthur Mauricio Soliva Soria não retornou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO