São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Julho 07, 2017 - 21:58

Promotoria vai apurar separação de material reciclável em São José

Centro de Triagem

Separação. Trabalhadores das cooperativas no Centro de Triagem, no Torrão de Ouro, zona sudeste

Foto: /Claudio Vieira/PMSJC

Ministério Público instaura inquérito para apurar eventuais irregularidades no processo de separação do lixo reciclável na cidade; OVALE revelou que mais de 80% dos materiais coletados são aterrados com o lixo comum

João Paulo Sardinha @jpsardinha
São José dos Campos

O serviço de coleta seletiva em São José dos Campos está na mira do Ministério Público. A 2ª Promotoria de Justiça abriu inquérito para apurar eventuais irregularidades na fase de separação do lixo reciclável no governo Felicio Ramuth (PSDB).

Reportagem de OVALE, publicada no último dia 22 de junho, revelou que mais de 80% dos materiais coletados em São José vão parar no aterro sanitário, misturado às toneladas de lixo comum produzidas diariamente pelos moradores da cidade.

O índice de produtividade no Centro de Triagem da Urbam (Urbanizadora Municipal) caiu de 58,1% em janeiro para 19,7% em maio.

A representação no Ministério Público foi encaminhada pela bancada do PT na Câmara de São José. A promotora Larissa Crescini Albernaz instaurou o inquérito civil na última quarta-feira.

Prefeitura de São José e Urbam foram notificadas a detalhar o trabalho de fiscalização às três cooperativas que, desde março, atuam na triagem do material coletado.

A promotora apontou a "possibilidade de que a triagem realizada por cooperativa esteja ocorrendo de forma lesiva ao meio ambiente e sem fiscalização por parte da municipalidade ou da Urbam, em ofensa à legislação".

No mês passado, responsáveis pelas cooperativas admitiram o aterramento do lixo reciclável, mas sustentam que o problema foi herdado e já estavam tomando providências.

OUTRO LADO.

Em nota, o governo afirmou que ainda não encaminhou sua defesa à 2ª Promotoria de Justiça de São José dos Campos, mas disse que vai argumentar que "o Plano Municipal de Resíduos Sólidos prevê incentivo às cooperativas de reciclagem", declarou..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO