São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Julho 13, 2017 - 23:00

Após rever cálculo, governo de São José espera zerar déficit até o fim de julho

José de Mello Correa - Audiência Publica LDO ( Lei de Direstrizes Orçamentárias ) 2018

Entrevista. José de Mello Corrêa disse em entrevista de rádio que dívida era inferior a R$ 306 milhões

Foto: /Claudio Vieira / PMSJC

Tucanos abrandam o discurso ao tratar do rombo deixado pela gestão Carlinhos em São José e reduzem valor da dívida anunciada em janeiro: R$ 306 milhões para R$ 184 milhões

João Paulo Sardinha @jpsardinha
São José dos Campos

O governo Felicio Ramuth (PSDB) abrandou o discurso ao tratar do rombo financeiro deixado pela gestão Carlinhos Almeida (PT) em São José dos Campos.

Seis meses após anunciar uma herança negativa de R$ 306 milhões, a administração afirma que o déficit era menor e que, ainda neste mês, irá 'zerar' as pendências. O discurso atual é que a dívida era de R$ 184 milhões.

"Devemos ainda R$ 13 milhões desses R$ 184 milhões. Na realidade, pagamos R$ 60 milhões, tiramos empenho, renegociamos dívidas e tiramos produtos que não queríamos que fossem entregues", afirmou o secretário de Finanças José de Mello Corrêa à rádio Mix FM. "Estamos acabando com essa dívida, vamos conseguir resolver até o fim de julho", disse.

O vereador Wagner Balieiro (PT) diz que a dívida em janeiro era de R$ 71 milhões. Isso porque existiam obras e serviços não realizados. Por isso, bastava à prefeitura suspender o pagamento. "Passaram a impressão que a cidade estava quebrada. Estava difícil, mas longe dos R$ 306 milhões. Mentiram para a cidade."

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO