São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Agosto 29, 2017 - 23:30

No privado, vice de Felicio pagava 127% a mais na consulta 

Felicio na Farmácia Central

Pose. Felicio e Ricardo Nakagawa em uma visita à Farmácia Central

Foto: /Cláudio Vieira / PMSJC 

Vice-prefeito Ricardo Nakagawa (PMDB) pagava R$ 50 a médicos do Plano de Saúde do Hospital São José, enquanto prefeitura dá R$ 22

Redação @jornalovale
São José dos Campos

O vice-prefeito de São José dos Campos, Ricardo Nakagawa (PMDB), um dos responsáveis pelo projeto de contratação de 110 mil consultas médicas por R$ 22, pagava na iniciativa privada valor 127% superior aos médicos do Plano de Saúde do Hospital São José. O hospital, que tinha Nakagawa na direção até o ano passado, paga R$ 50 por consulta.

No início do mês, o governo Felicio Ramuth (PSDB) abriu credenciamento para contratação de consultas médicas por um período de 6 meses, podendo ser prorrogado por até cinco anos. O investimento foi de R$ 2,416 milhões.

O valor de R$ 22 por consulta, no entanto, atraiu apenas quatro profissionais. O Cremesp (Conselho Regional de Medicina de São Paulo) chegou a criticar a proposta da Prefeitura de São José. A administração nega que o credenciamento de médicos tenha fracassado.

Nakagawa deixou o quadro do Hospital São José, mas hoje faz parte do corpo clínico da instituição de saúde.

OUTRO LADO.

O governo, em nota, disse que o "vice-prefeito, Ricardo Nakagawa, não é proprietário do Plano de Saúde do Hospital São José e nem ocupa cargo de direção no grupo desde o ano passado. Atualmente, como médico, apenas faz parte do corpo clínico do hospital", afirmou.

"O valor da consulta oferecida no programa de credenciamento leva em conta a isonomia salarial dos médicos da prefeitura e não tem relação com o que é pago por planos de saúde particulares", completou a administração.

No PMDB, partido do vice, o valor de R$ 22 oferecido por consulta não foi bem aceito por membros da direção.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO