São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Esporte
Setembro 11, 2017 - 22:59

DO CÉU AO INFERNO EM APENAS QUATRO JOGOS

CAMPEONATO BRASILEIRO. NESTE SEGUNDO TURNO, TIMÃO TEM É A ANTEPENÚLTIMA PIOR CAMPANHA

Marcos Eduardo Carvalho @marcosovale78
SÃO PAULO

Do céu ao inferno em quatro rodadas. Ao menos, mais perto do inferno. Afinal de contas, o Corinthians segue na liderança isolada do Campeonato Brasileiro, com sete pontos de vantagem sobre o Grêmio, o segundo colocado. O problema é que o Timão teve queda brutal de rendimento neste início de returno. A equipe comandada pelo técnico Fábio Carille terminou o primeiro turno invicto, com 47 pontos, segundo melhor ataque e a melhor defesa, além de oito pontos de vantagem sobre o vice-líder.

Mas, nas quatro primeiras rodadas do returno, o desempenho é para lá de preocupante. Em quatro rodadas, o Timão venceu apenas uma partida, fora de casa, contra a Chapecoense, com um gol marcado aos 44min do segundo tempo.

Nos outros três confrontos, simplesmente perdeu todos e sem marcar nenhum gol sequer. Já havia perdido em casa para o lanterna Atlético-GO, por 1 a 0, e para o Vitória, pelo mesmo placar, outro time da zona de rebaixamento. No final de semana, ainda perdeu para o Santos por 2 a 0, na Vila Belmiro, a primeira derrota como visitante no torneio e também o primeiro revés em clássicos nesta temporada.

COMPARATIVO.

Considerando apenas a classificação do segundo turno, o Corinthians estaria em antepenúltimo lugar, com três pontos, a frente apenas de Coritiba (2) e Spor (1). O Avaí, com 10 pontos, é o líder do returno, seguido pelo Botafogo, com nove. No mesmo período do primeiro turno, o alvinegro já era líder, com três vitórias consecutivas, um empate na estreia e apenas um gol sofrido até então.

O aproveitamento da equipe que fez o melhor primeiro turno da história dos pontos corridos, que era de 82% ao término da 19ª rodada, agora caiu para 72,5%. Continua bom, mas longe do que foi até o início do returno.

AJUDA.

A 'sorte' do Timão é que os outros adversários também não estão colaborando. O Grêmio perdeu para o Vasco no último sábado, o Palmeiras empatou com o Atlético Mineiro e o Flamengo perdeu para o Botafogo no domingo.

O Santos, que agora diminuiu a diferença para nove pontos, também está na disputa da Libertadores e talvez não tenha fôlego suficiente para se sustentar na perseguição ao Corinthians.

"O Campeonato Brasileiro é muito difícil, mas todo técnico queria estar com a minha dificuldade, com sete pontos de vantagem a 15 rodadas do final", afirmou o treinador corintiano, após a partida do último domingo.

Agora, o Timão dá uma pausa no Brasileirão e disputa o jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, contra o Racing, da Argentina, em Itaquera.

Depois, volta a jogar no Brasileirão domingo, quando recebe o Vasco, às 16h, também na Arena de Itaquera..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO