São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Editorial
Outubro 19, 2017 - 00:09

NOVA RECEITA NA SAÚDE

Governo Felicio Ramuth (PSDB) tem apostado em novas alternativas no setor, mas os resultados ainda são tímidos


De uma coisa ninguém pode negar: o prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth (PSDB), tem buscado alternativas jamais usadas na cidade para resolver o problema da saúde pública. Da compra de consultas médicas à reestruturação de convênios com as entidades, iniciada ontem. Passando ainda pela realização de exames laboratoriais nas próprias UBSs (Unidades Básicas de Saúde), por meio do programa UBS Resolve.

Mas ninguém pode negar que, até o momento, a evolução é imperceptível para o cidadão. É preciso reconhecer o esforço oficial, mas é necessário apresentar os números. E, até o momento, eles são desfavoráveis para a atual gestão. O número de consultas e cirurgias caiu na rede municipal, conforme noticiado por OVALE na semana passada.

Ontem, no Hospital Antoninho da Rocha Marmo, o prefeito divulgou uma reestruturação nos convênios com instituições particulares, como Próvisão, CVV e Pio 12. O pontapé inicial será pelo Antoninho, que passará a atender exclusivamente mulheres. Os pacientes com câncer serão transferidos para o Hospital Pio 12, onde já existem relatos de demora para atendimento.

Felicio não antecipou o formato do novo contrato com o Pio 12, mas espera-se que ele seja ampliado, para que a unidade não fique sobrecarregada com a mudança.

"Vamos renovar o contrato com todas as entidades que prestam atendimento de saúde para a prefeitura. Começamos pelo Hospital da Mulher, que será no Antoninho da Rocha Marmo, ampliando o atendimento à saúde da mulher, criando mecanismos de regulação e controle contratuais mais rigorosos e trazendo mais sustentabilidade, equilíbrio financeiro para a entidade. Todos esses novos contratos irão ampliar o atendimento na cidade", disse o prefeito no evento de ontem.

Passada a cerimônia, vem a observação crítica dos resultados. E ninguém é mais capacitado para essa tarefa do que os pacientes. Se a tentativa de Felicio der errado, as críticas não irão demorar. O efeito imediato é um desgaste e posterior perda de credibilidade da gestão, que assumiu com discurso de inovação.

A expectativa da cidade é que, em um curto espaço de tempo, os primeiros sinais de melhora comecem a aparecer. OVALE faz questão de registrar os bons indicadores. Até agora, entretanto, a saúde merece pouco destaque positivo nestas páginas..

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO