São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Economia
Dezembro 27, 2017 - 13:11

Presidente da Embraer defende parceria com Boeing em mensagem aos funcionários

Embraer

Embraer

Foto: Divulgação


Em mensagem enviada a todos os funcionários da Embraer, o presidente e CEO da empresa, Paulo Cesar Silva, defende a parceria com a Boeing e diz que união será “muito boa para todos”.

No texto, ele procura tranquilizar os funcionários quanto ao futuro da Embraer, dando a entender que a empresa não será vendida e perderá sua autonomia.

“Por isso, fiquem tranquilos com relação ao futuro da Embraer. Qualquer que seja o formato, combinação ou parceria, o objetivo será o sucesso e o crescimento da companhia e a preservação de empregos”, diz Silva.

Leia a seguir a íntegra da mensagem do presidente da Embraer:

Caros colegas,

Ontem (21/dez), confirmamos nossas discussões com a Boeing sobre uma potencial combinação dos nossos negócios. Embora não haja garantia de que fecharemos um acordo, eu acredito que haverá benefícios muito positivos para as duas empresas, se viermos a nos unir.

Tenho certeza de que essa notícia impactou todos vocês e gerou muitas dúvidas, mas por enquanto não temos mais informações a adicionar. Uma parceria desse porte é muito complexa, há muito a ser discutido e aprovado, inclusive junto ao governo brasileiro, ás agências reguladoras, conselhos de administração e acionistas.

Quando as discussões evoluírem, me comprometo a informá-los. Nesse momento, quero tranquilizá-los quanto ao futuro da nossa Embraer. Tenham a certeza de que, se vier a se concretizar, essa parceria será muito boa para todos. A combinação da Boeing com a Embraer é uma evolução natural de uma longa história de colaboração entre dois líderes aeroespaciais globais com legados de inovação e excelência.

Juntas, Boeing e Embraer têm produtos e serviços complementares e poderão alavancar o know-how em engenharia e tecnologia e os esforços em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos. Além disso, expandir a capacidade de produção e força global de vendas.

É importante ressaltar também que a Boeing tem um interesse genuíno em intensificar sua atuação no Brasil, e a parceria com a Embraer seria uma forma de crescimento e expansão.

Por isso, fiquem tranquilos com relação ao futuro da Embraer. Qualquer que seja o formato, combinação ou parceria, o objetivo será o sucesso e o crescimento da companhia e a preservação de empregos. Tenham certeza de que eu não estaria discutindo essa possibilidade se não fosse para benefício da Embraer, de vocês e das gerações futuras.

Finalmente, desejo a todos um Feliz Natal e um 2018 de muito sucesso) de grandes realizações e alegrias para vocês e suas famílias.

Um abraço,

Paulo Cesar (Paulo Cesar Silva CEO - EMBRAER)

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO