São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Economia
Dezembro 28, 2017 - 01:52

Retomada na criação de empregos perde fôlego no Vale após reforma trabalhista

Bairros de São José dos Campos

AZUL. Construção voltou a ter saldo positivo após 33 meses. Indústria está em alta na busca por vagas.

Foto: Claudio Vieira/ Prefeitura de São José dos Campos

Saldo de emprego no Vale do Paraíba foi positivo em novembro, com 639 postos de trabalho criados, porém ficou abaixo de outubro, com 2.072 vagas; no país, queda foi de 12,2 mil vagas e em São Paulo de 17,6 mil só em novembro

Xandu [email protected]

A RMVale gerou 639 empregos em novembro, mês em que a reforma trabalhista entrou em vigor, e caiu 69,16% na comparação com o saldo de 2.072 vagas em outubro, melhor mês desde 2014.

Novembro também é inferior a agosto, quando a região abriu 1.667 vagas, e a abril, com 1.219 empregos gerados.

No acumulado do ano, a RMVale registra 109 empregos fechados. O saldo é melhor do que o resultado do mesmo período de 2016, com 12,8 mil vagas perdidas.

Os dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e foram divulgados nesta quarta-feira pelo Ministério do Trabalho.

A reforma trabalhista, que passou na vigorar em 11 de novembro, criou novas formas de contratações. O governo promete mais emprego.

SETORES.

No Vale, apenas o comércio gerou empregos em novembro, com 1.499 postos de trabalho. O motivo foi a contratação de temporários para o final de ano.

A construção civil foi quem mais perdeu vagas (-238), seguida da indústria (-232), de serviços (-224) e da administração pública (-120).

Em 11 meses, o setor de serviços acumula a abertura de 1.199 empregos e a administração pública, 1.329 vagas. Os demais perderam postos: construção civil (-1.121), indústria (-888) e comércio (-663).

Em novembro, São José foi a cidade do Vale que mais criou emprego (316 vagas), seguida de Caraguatatuba (294) e Ubatuba (236).

Taubaté foi quinta cidade a abrir mais vagas, com 69. Na contramão, Jacareí fechou 234 empregos. No total, 20 tiveram saldo positivo em novembro, duas registraram saldo zero e outras 17 perderam vagas..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO