São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Editorial
Dezembro 26, 2017 - 23:27

TRANSPARÊNCIA É TUDO

Governo precisa zelar pela transparência nas licitações, escolhendo as melhores datas e valores mais adequados


O último dia de expediente na Prefeitura de São José dos Campos, antes da folga de Natal, foi na quinta-feira, 21 de dezembro. Nesta data, a administração conduziu uma licitação de R$ 458.500, mas que acabou com o resultado aquém do esperado: apenas duas empresas participantes, uma delas eliminada e o valor oferecido pela vencedora apenas 1,85% abaixo do preço de referência do edital.

O problema não acaba aí. A cifra oferecida pelo serviço de auditoria no sistema de transporte coletivo de São José foi 165% superior ao 'pente-fino' do ano passado, contratado pelo governo do ex-prefeito Carlinhos Almeida (PT).

A Staff Auditoria & Assessoria, única habilitada, ofereceu R$ 450 mil para avaliar os 385 ônibus da frota e o serviço prestado nas 101 linhas do município. Em 2016, o mesmo serviço custou aos cofres públicos R$ 169.498.

Essa informação, revelada pelo editor de Política, João Paulo Sardinha, na página 5, está disponível a todos os cidadãos. Os dois editais, de 2016 e deste ano, estão disponíveis para consulta no Portal da Transparência da Prefeitura de São José.

Procurado pela reportagem, o secretário de Governança, Anderson Farias Ferreira, admitiu no início da noite que neste certame "não houve vantajosidade para o município". E lembrou que o pregão presencial está em fase de recursos e tem boa chance de ser cancelado, já que não houve competitividade.

Licitações realizadas às vésperas do Natal, ou na semana que antecede o Réveillon, são um convite a erro e desconfianças. Primeiro, porque muitas empresas estão com seus departamentos comerciais parados e não têm possibilidade de participar. Segundo, porque a população, de folga, dificilmente estará ligada nas ações do poder público. Em respeito à transparência, a administração poderia escolher datas mais adequadas ou ampliar a publicidade de seus pregões.

O jornalista busca o Portal da Transparência por dever de ofício. O governo, por dever de clareza, poderia divulgar melhor o processo de contratação da auditoria no sistema de transporte coletivo.

Ontem, dia seguinte ao Natal, houve cinco pregões presenciais comandados pela Secretaria de Gestão Administrativa e Finanças. É preciso ficar atento aos resultados e aos valores oferecidos..

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO