São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Economia
Janeiro 03, 2018 - 01:04

Parceria mira projetos da área de defesa da Embraer

Embraer 48 anos: companhia já planeja aviões do futuro

Indústria. Embraer lidera a fabricação de jatos de até 130 assentos

Foto: /Divulgação


 A norte-americana Boeing está de olho na divisão de Defesa e Segurança da Embraer e não apenas no segmento de aviação comercial, o que fez impulsionar as ações da fabricante brasileira nesta terça-feira, em 2,45%.

Os papéis acumulam alta de 21,3% desde que as duas companhias confirmaram que estão em tratativas para uma potencial combinação de seus negócios, em 21 de dezembro, mas sem ainda especificar quais áreas entrariam no acordo.

O periódico americano "The Wall Street Journal" chegou a divulgar que a Boeing tinha interesse em adquirir o controle da Embraer, o que depois foi desmentido pela empresa.

O interesse dos americanos na divisão de Defesa da Embraer pode complicar o negócio. O governo brasileiro, que tem direito a voto em decisões estratégicas da companhia, se posicionou contrário à perda de soberania na área militar.

"Há um núcleo da empresa, o de defesa, que é inalienável, porque aí tem soberania nacional, projeto nacional autônomo", afirmou o ministro da Defesa, Raul Jungmann.

Por outro lado, Boeing e Embraer já têm parceria para a venda do KC-390, cargueiro militar da fabricante brasileira..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO