São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Editorial
Janeiro 18, 2018 - 23:58

A LUTA CONTRA A FEBRE

Reforço no estoque da vacina e esclarecimento sobre a doença são 2 pontos essenciais contra a febre amarela


O medo e a falta de informação, neste início de ano, fazem com que milhares de moradores da RMVale perambulem pelos postos de saúde em busca da vacina contra a febre amarela. O noticiário nacional, totalmente focado no assunto, coloca a população brasileira em estado de alerta máximo.

Esse fato pode ser traduzido em números. Na região, somente neste ano, a busca por vacinas teve alta de 7.500% em São José dos Campos. A alta em Taubaté chega a 1.260%. São moradores que, assustados, correm às unidades para se livrar de qualquer risco.

Esse quadro obriga os gestores públicos a atuarem em duas frentes. A primeira mais ligada ao reforço no estoque de vacinas. A segunda, tão importante quanto a primeira, no esclarecimento da população sobre a doença.

A desinformação fez com que inúmeros macacos fossem mortos pelo país.

São José, por exemplo, iniciou uma ofensiva para explicar o tema à população. Na manhã de ontem, o secretário de Saúde, Oswaldo Huruta, e o vice-prefeito, Ricardo Nakagawa, revezaram-se em rádios para tirar dúvidas.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Tereza Cardozo, também tem atendido aos pedidos de entrevista.

Não provocar pânico, mas manter a população protegida é o desafio que se impõe aos prefeitos na RMVale, uma das áreas de risco mais suscetíveis ao vírus em todo o estado, concentrando 37 das 54 cidades mais ameaçadas no território paulista.

Importante destacar também a força-tarefa do governo estadual, que anunciou ontem a antecipação, em quatro dias, do início do Mutirão da Vacina contra a Febre Amarela. A campanha prevista para ser iniciada no dia 29 acontecerá a partir de 25 de janeiro, próxima quinta-feira.

O desafio da febre amarela não pode ser explorado politicamente. O problema é de todos, inclusive da mídia.

Na página 3 desta edição, é possível conferir um raio-x da febre amarela, com as respostas para as dúvidas mais corriqueiras atualmente.

Na versão online de OVALE também é possível conferir, por meio de vídeos, fotos e textos, mais informações sobre a doença que assusta o Brasil neste início de ano.

O momento é de união entre os gestores públicos e, sobretudo, de informação..

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO