São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Janeiro 31, 2018 - 22:14

Gatilho marca recomeço do Legislativo de São José

Câmara São José

Plenário. O líder do governo Felicio, José Dimas (PSDB), conversa com dois vereadores da oposição

Foto: /Rogério Marques / OVALE

Gatilho salarial do servidor é o principal projeto a ser votado pela Câmara de São José hoje, quando termina o recesso

Redaçã[email protected]

O gatilho salarial do servidor municipal é o principal projeto a ser votado pela Câmara de São José dos Campos nesta quinta-feira, quando os vereadores retornam do recesso legislativo.

O texto não consta na ordem do dia, mas o governo Felicio Ramuth (PSDB) deve protocolá-lo na Casa antes da sessão, marcada para começar às 17h30.

O texto, que deve ser aprovado por unanimidade, proporcionará ao funcionalismo público de São José um reajuste de 5% nos vencimentos a partir de janeiro. O gatilho é disparado toda vez que a inflação acumulada atinge o índice de 5%.

O impacto do reajuste na folha de pagamento será de R$ 40 milhões por ano. O acumulado pelo indicador IPC-Fipe chegou neste mês a 5,08%, desde o gatilho de 2016.

Na pauta da sessão de hoje, haverá a leitura de 39 projetos que deram entrada no Legislativo. Outros quatro, em rito prioritário, devem ser apreciados. O primeiro, de Robertinho da Padaria (PPS), concede a medalha mérito esportivo ao jornalista Valtencir Vicente.

Outro, de Maninho (PTB), autoriza a implantação da 'classe hospitalar', para atendimento pedagógico-educacional em hospitais. Proposta de decreto legislativo, de Cyborg (PV), quer criar a medalha 'Mulher Cidadã Joseense'. Um quarto projeto, de Juvenil Silvério (PSDB), autoriza o governo a promover a 'Semana de Conscientização e Prevenção à Alienação Parental'..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO