São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Janeiro 31, 2018 - 22:14

Sem licença, Jacareí faz convênio para receber lixo de outra cidade

Izaias

Aterro. A secretária de Meio Ambiente, Rosana Vasques, e o prefeito Izaias em apresentação da Usina

Foto: /Francisco Ramos/Arquivo Pessoal

Governo Izaias assinou convênio no início de janeiro com Salesópolis para que aterro sanitário de Jacareí receba lixo da cidade do Alto Tietê. Segundo o governo, previsão é que a licença seja liberada pela Cetesb ainda em fevereiro

Hernane Lé[email protected]
JACAREÍ

O aterro sanitário de Jacareí deve ser o novo destino do lixo coletado na cidade de Salesópolis (SP). A utilização do espaço foi formalizada pelo prefeito Izaias Santana (PSDB) com o chefe do Executivo do município localizado no Alto Tietê mesmo sem a liberação de uma licença pela Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo). A prefeitura local cobrou R$ 92 por tonelada de resíduo despejado no lixão.

A média mensal de lixo coletado em Salesópolis é de 300 toneladas. A previsão é que os primeiros caminhões com resíduos da cidade conveniada comecem a chegar ainda em fevereiro, mês previsto pela prefeitura para que a companhia ambiental libere a licença necessária. O acordo entre os dois municípios foi assinado no dia 12 de janeiro e a publicação do convênio saiu apenas no último boletim.

De acordo com o governo Izaias, Jacareí gera, aproximadamente, 48 mil toneladas de lixo por ano. O aterro sanitário da cidade foi liberado pela Cetesb para receber 60 mil toneladas de resíduos por ano. "Para a recepção de resíduos de outros municípios será preciso nova autorização da Cetesb. O pedido já foi feito, solicitando a liberação para que o aterro receba 45 mil toneladas por mês, conforme sua capacidade instalada", explicou a prefeitura por meio de nota.

O transporte do lixo até Jacareí, segundo a Secretaria de Meio Ambiente, será feito pela cidade de Salesópolis, que utilizava o aterro de Tremembé para despejar seu lixo ao custo de R$ 147 por tonelada.

Quando recebeu autorização da Câmara para que Jacareí pudesse receber lixo de outras cidades, em 2016, o ex-prefeito Hamilton Mota (PT) projetou um acréscimo de pelo menos R$ 420 mil na receita mensal por meio da medida.

Usina.

Caso a Cetesb autorize a ampliação de despejo de resíduos no aterro, a cidade de Salesópolis será a primeira a utilizar os serviços da Usina de Biodigestão de Jacareí. Inicialmente, a energia gerada será utilizada no próprio complexo..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO