São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Viver
Janeiro 26, 2018 - 01:20

Tiago Abravanel é convidado da Big Time Orchestra para o 'Verão na Montanha'

Tiago Abravanel e Big Band Orchestra

Tiago Abravanel e Big Band Orchestra

Foto: Divulgação

Paula Maria [email protected]

Envolvido com o universo artístico desde criança, foi só na adolescência que Tiago Abravanel sentiu o peso do sobrenome. O medo da comparação com o trabalho do seu avô, o apresentador Silvio Santos, um dos caras mais amados e idolatrados da televisão brasileira, foi algo complicado de administrar.  

Mas logo o ator e cantor aprendeu: encarar novos desafios é lei, e o reconhecimento pelo bom trabalho realizado é fruto de um processo natural.

"Não lembro de querer fazer outra coisa que não arte. Sempre quis estar no palco. Minha mãe (Cintia Abravanel) era diretora de teatro e cresci nesse universo", contou ele em entrevista exclusiva a OVALE. "O medo existiu, e houve a comparação. Mas com muito trabalho, acredito que consegui conquistar o meu espaço e hoje posso fazer meus trabalhos independente das pessoas os ligarem ao trabalho do meu avô, apesar de eu ter muito orgulho dele".  

E põe trabalho nisso. Abravanel ganhou visibilidade em todo o país com "Tim Maia, Vale Tudo - O Musical" (2016), sua oitava peça no gênero. "Já tinha experiencia. Mas não tinha a proporção que um espetáculo poderia tomar. Eu me tornei uma pessoa conhecida nacionalmente", contou o ator.  

"Foi graças ao musical que me tornei conhecido, passei a fazer trabalhos na TV, cantei com Roberto Carlos, fiz novelas... Minha carreira tomou outra proporção a partir de Tim Maia, mas eu já atuava na área desde os 16 anos de idade", disse.

E é todo o seu talento que Abravanel traz ao palco do festival "Verão na Montanha", em Cunha, nesta sexta-feira (26). Ele é o convidado da Big Time Orchestra para um show cheio de suingue, com criativas releituras de sucessos de Elvis Presley, Frank Sinatra, Ray Charles e Rolling Stones, entre outros.

Encontro.

O casamento entre o ator e a banda é de longa data. Com 12 anos de estrada, a Big Time nasceu em Curitiba (PR) e tornou-se conhecida no país todo após sua participação no programa (Globo), em 2015. 

"Eu e Marcio (saxofonista) fundamos a banda. E, depois de algum tempo de estrada, passamos a tocar em São Paulo em bares de jazz, rock e blues. O programa nos abriu as portas. Nos tornamos mais conhecidos", contou Fabiano Cordoni, baixista.

A amizade entre os membros da banda e Abravanel começou em 2013, quando, em meio a uma apresentação num bar paulistano, o ator subiu ao palco para cantar uma música de Tim Maia.

O casamento entre ele e a banda foi tão bacana, que a parceria perdurou. "Os conheci antes do programa. Eles têm uma vibe incrível, muito gostosa, adoro esses meninos e quero todo o sucesso do mundo para eles", comentou Abravanel, que chegou a gravar uma música com a Big Time. "Sempre que eu puder estar junto deles estarei", continuou. 

Agitação.

Segundo Cordoni, ainda o show desta sexta-feira, haverá canções nacionais de artistas como Jorge Ben Jor e o próprio Tim Maia. "Será uma apresentação muito alegre e divertida, a cara do verão. Vamos fazer também várias músicas nacionais. Entretenimento garantido", concluiu. 

Abravanel está no mesmo ritmo: "é a primeira vez que vou a Cunha e estou muito feliz de cantar em um festival. Espero me divertir e divertir a galera. Será um final de semana incrível".

O show é gratuito e acontece na Praça da Matriz de Cunha a partir das 22h. No sábado (27) será a vez de subir ao palco Serial Funkers com Ed Motta, a programação segue até domingo..

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO