São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
bomApetite
Janeiro 13, 2018 - 02:18

Um jeito saudável de conservar alimentos

Amici Charcutaria Artesanal

Amici Charcutaria Artesanal

Foto: Divulgação

Apaixonados por gastronomia, amigos criam charcutaria em São José dos Campos Negócio nasceu a partir de uma brincadeira e hoje é reconhecido e recomendado por nutricionistas; entre as linguiças mais vendidas estão as de queijo minas com azeitona

André Leite

Boas ideias podem nascer em qualquer lugar e nas mais variadas situações. Sorte a minha que posso encontrar tais histórias, como a de Fabio Licata e Frederico Martins, que têm como meta ajudar as pessoas a se alimentarem melhor.

Ambos se conheceram numa academia, se tornaram amigos e, a partir de um desafio lançado pelos professores -- de se alimentar melhor e emagrecer --, descobriram uma paixão em comum: a gastronomia.

"Quando nos vimos diante de uma restrição alimentar, percebemos a dificuldade de encontrar alimentos que gostávamos de comer, mas que fossem preparados de um modo mais saudável, sem conservantes e outros aditivos químicos. Então nos juntamos para ajudar nossos amigos", contou Fabio.

Freddy já era mestre linguiceiro e Fabio cursava gastronomia. Juntos começaram a produzir o próprio bacon em casa e a distribuir entre os amigos. Os pedidos foram aumentando, os amigos dos amigos também começaram a pedir e foi aí que a dupla resolveu transformar a iniciativa em negócio.

Nascia a Amici Charcutaria Artesanal, que tem entre seus principais produtos, hoje, além do bacon, costelinhas defumadas e 11 tipos de linguiças feitas artesanalmente, com produtos de qualidade e garimpados entre produtores da região.

As linguiças mais vendidas são a de queijo minas com azeitona, frango com bacon, meia cura, calabresa italiana e provolone. O preço médio do quilo é de R$ 32.

"O legal de divulgarmos a cultura da charcutaria é que acabamos criando uma rede com outros produtores locais, como fornecedores de carne e de especiarias. Nosso maior desafio é conseguir ingredientes de qualidade para entregarmos aos nossos clientes produtos naturais e que conservem a essência da charcutaria", afirmou Freddy.

Produção.

Muita gente associa a palavra charcutaria à produção de linguiças, mas a prática antiga é mais que isso. Tem a ver com o modo de conservar os alimentos, especialmente carnes, por meio de processos como salga, defumação, cura e outros, que também podem ser combinados para um resultado ainda melhor e, assim, dispensar o uso de conservantes químicos.

"Outro dia, recebemos o retorno de uma mãe dizendo que a filha de cinco anos adora nosso bacon. E tem nutricionistas que indicam nossos produtos para os pacientes. Isso nos deixa muito felizes e tranquilos. Não quero servir para minha filha, ou qualquer outra pessoa, algo que não vai favorecer a saúde dela", disse Fabio..

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO