São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Editorial
Fevereiro 27, 2018 - 22:03

TIC-TAC-TIC-TAC-TIC-TAC

Vale é a pedra no sapato da segurança em SP e passou da hora de tornar-se prioridade. Tema vai estar na campanha


Tic-tac-tic-tac-tic-tac... Enquanto os ponteiros giram, responda ao relógio: quem sente-se seguro na RMVale, a região com a maior taxa de homicídios em São Paulo? No compasso do tempo, no cronômetro da segurança, pode-se afirmar matematicamente que a violência faz uma vítima a cada cinco minutos nas cidades do Vale do Paraíba. Uma vítima a cada 300 segundos! É o que apontam os dados oficiais do próprio governo estadual: foram 93.931 delitos na região durante o ano passado, uma média de mais de 255 casos por dia. Desse total, 12.617 foram crimes violentos (a lista inclui homicídio, latrocínio, roubo, estupro e sequestro) -- dá um a cada 40 minutos, em média.

Tic-tac-tic-tac-tic-tac... o Vale, de acordo com a estatística oficial da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, é líder do ranking de violência do estado desde 2010, tendo o maior número absoluto de homicídio no interior e a maior taxa proporcional (relação de casos pelo número de habitantes) em todo o território paulista. Atualmente, a RMVale tem a taxa de 13,3 vítimas de homicídio por grupo de 100 mil habitantes. O índice, segundo o Estado, bate o patamar considerado aceitável pela OMS (Organização Mundial da Saúde) -- acima de 10 existe um quadro de 'violência endêmica'. No Vale, a taxa é o dobro da registrada na capital (6,61), ficando ainda muito acima da média estadual (7,89).

Tic-tac-tic-tac-tic-tac... e virou o ano e trocamos 2017 por 2018 no calendário, mas o quadro na região se mantém. Em janeiro, apesar da queda de 10% comparado ao mesmo período no ano anterior, a RMVale foi recordista em homicídios, concentrando 9 das 30 cidades com maior número de mortes no interior -- São José foi a vice-líder, atrás apenas de Campinas.

Tic-tac-tic-tac-tic-tac... e nesses últimos anos, a região já ouviu muitas promessas de que seria, com razão, prioridade contra o crime. Como revelou OVALE, porém, a RMVale recebeu uma fração inferior a 2% dos novos policiais formados em São Paulo nos últimos anos, apesar de ser líder de violência e de estar em uma região estratégica para a segurança do país -- tema que promete ser um dos principais no debate eleitoral de outubro. E, falando nisso, o governador Geraldo Alckmin (PSDB), já no ritmo de candidato, faz nova visita à região nesta quarta-feira.

Tic-tac-tic-tac-tic-tac... e cabe à pergunta ao tucano, nascido em Pindamonhangaba: governador quando o Vale deixará de ser o 'patinho feio' da segurança? Já passou da hora... tic-tac-tic-tac-tic-tac-tic-tac-tic-tac....

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO