São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Viver
Fevereiro 01, 2018 - 23:54

Canal no Youtube guarda curtas e webséries produzidas por amigos da região

Produção

Produção

Foto: Divulgação

Paula Maria [email protected]

Amigos desde a infância, os primos Cloudye Antonye e Alex Pereira gostavam mesmo era de brincar de luta. Socos no ar, ponta pés, piruetas e vôos no ar. Se imaginavam dentro de um filme de Jackie Chan. Ou do Van Damme? Ou do Stallone? Ou de todos esses e tantos outros atores dos filmes hollywoodianos!

Até que, em 2008, já adultos, tiveram uma ideia: fazer um filme! O cinema brasileiro investia em comédia, romances... Mas cadê os longas de luta, de ação e de suspense? Foi em cima desses filões que nasceu "Uriel Arcan - Zona de Combate", filme de 15 minutos, roteirizado pela dupla, que conta a história de um jovem que "literalmente aniquila o maior demônio do Brasil: a corrupção".

Na época, o curta foi feito na base do "é o que dá para fazer". Com poucas falas e muita ação, ele foi filmado em Guaratinguetá e em Taubaté. A câmera, os figurinos e o transporte foram pagos com recursos próprios da dupla; também nele, amigos viraram atores, produtores e cinegrafistas.

O que eles nem imaginavam é que aquilo que começou como uma paixão de infância, virou a diversão da "happy hour" depois do trabalho, enfim, se tornaria profissão.

"No começo, eu trabalhava numa fábrica durante a semana, e filmava sábado e domingo. Usava o meu salário para comprar equipamentos", contou Cloudye. "Até que, para melhorar a qualidade das nossas filmagens, resolvi investir ainda mais. Fui para São Paulo, fiz cursos de fotografia, cinema, direção, atuação, 3D e efeitos especiais. E então voltei para a região", contou o filmaker, que hoje mora em Taubaté e é sócio-proprietário da WCA Viper Filmes, empresa cujo canal no YouTube coleciona inúmeros curtas e webséries.

Colaboração.

O esquema de outrora se mantém: "quando estou em cena, um amigo dirige, quando amigos estão em cena, eu dirijo. A gente vai revezando", disse. "É como no cinema de antigamente em que o diretor fazia tudo! Vide Amácio Mazzaropi", continuou Cloudye se referindo ao cineasta taubateano, que colecionou mais de 30 longas em sua carreira, sendo produtor e protagonista na maioria deles.

Mas, graças ao canal criado na rede social, o projeto ganhou visibilidade e força. Cada vez mais pessoas buscam a dupla para participar de forma voluntária das gravações.

"Atores de toda a região que não encontram oportunidades de atuação na TV e no cinema têm nos procurado. Eles nos ajudam a produzir as séries e nós lhe fornecemos material para um portfólio". Por ora, o mais novo ator tem seis anos e o mais velho, 70. São mais de 60 pessoas no casting.

"Quando conseguimos algum patrocínio, contrato alguns deles. Mas, geralmente, todos são voluntários", afirmou o filmaker, que também ensina o que sabe a todos os que estão começando no ramo cinematográfico.

"Eu tento transmitir meu conhecimento. Pessoas que nos procuram acabam aprendendo a editar, gravar, fotografar... Em contrapartida participam da produção dos trabalhos na frente das câmeras ou nos bastidores", disse.

Dez anos.

Entre os destaques no canal estão as webséries de ficção científica "A caminho do inferno", "Full Agents" e "Irys - A Super Máquina Z1000", todos disponíveis no YouTube.

Atualmente, a dupla trabalha em "Papa - O Último Redentor", sobre a criação do universo e a guerra entre o bem e o mal. A série é composta por seis capítulos. Até o momento, dois estão no ar. A previsão é que entre um episódio inédito a cada 20 dias.

Dez anos depois daquele primeiro curta-metragem, Alex é cinegrafista da TV Aparecida, enquanto Cloudye trabalha com foto e filmagem de eventos sociais e corporativos e ensaios fotográficos.

"Ainda não dá, infelizmente, para viver só dos nossos filmes. Mas meu maior sonho é que a gente um dia consiga um investimento para fazer uma produção como ela deve mesmo ser feita. Com vários atores, histórias contadas de forma detalhada e efeitos especiais. Para isso precisamos de apoio. Mas tenho esperança de que esse dia chegará".

Para assistir, acesse no YouTube: @wcaviperfilmes..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO