São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Política
Maio 18, 2018 - 23:57

Servidores da Câmara de Taubaté terão reajuste de 2,76%

Câmara de Taubaté

Que diferença. Na Câmara haverá reajuste, mas na prefeitura não

Foto: /Rogério Marques/OVALE

Medida está prevista em projeto protocolado nessa sexta; depois de 5 anos, vereadores não pegarão mais 'carona'

Da redaçã[email protected]

Os 169 servidores da Câmara de Taubaté deverão ter seus salários reajustados em 2,76%.

A medida, que terá caráter retroativo a 1º de maio, está prevista em projeto protocolado nessa sexta-feira pela mesa diretora, que é formada pelos vereadores Diego Fonseca (PSDB), que é o presidente, Nunes Coelho (PRB), 1º vice-presidente, Gorete Toledo (DEM), 2ª vice-presidente, Douglas Carbonne (PCdoB), 1º secretário, e Dentinho (PV), 2º secretário.

O projeto não está na pauta da sessão de segunda-feira, mas a expectativa é que seja incluído na ordem do dia e aprovado, já que os salários são depositados no dia 25 de cada mês.

Com o reajuste, a Câmara gastará R$ 15,6 milhões em salários nos últimos oito meses do ano.

FUNCIONALISMO.

O índice de 2,76% corresponde à inflação acumulada entre maio de 2017 e abril de 2018, segundo o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que é considerado o índice da inflação oficial.

Já a Prefeitura de Taubaté, por exemplo, adota o IPC-Fipe, que aponta inflação de 1,28% no período. Além do índice ser menor, o prefeito Ortiz Junior (PSDB) anunciou que não deve conceder revisão em 2018, sob a alegação de que a legislação eleitoral veda a medida.

Além do reajuste, os servidores da Câmara ainda tiveram aumento de 112% no auxílio-alimentação esse mês. O valor passou de R$ 220 para R$ 467,95 por mês.

SEM VEREADORES.

Dessa vez, o reajuste na Câmara terá uma diferença em relação aos últimos anos. Entre 2013 e 2017, os vereadores aplicaram em seus salários os mesmos índices concedidos aos servidores.

No ano passado, o Ministério Público alertou que essa medida seria irregular. A Câmara firmou acordo com a Promotoria e os vereadores passaram a devolver o valor recebido a mais desde o último reajuste.

Um novo aumento no salário dos vereadores, que hoje é de R$ 8.363,90, só deve ser aprovado em 2020, para a legislatura seguinte..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO