São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Nossa Região
Julho 10, 2018 - 01:15

Polícia Civil de Paraibuna investiga morte de grávida

Represa de Paraibuna

Represa. Corpo da gestante foi encontrado na represa da cidade

Foto: Rogério Marques/OVALE

Gestante foi assassinada e teve bebê roubado de seu útero na última quinta-feira; corpo foi encontrado em uma represa da cidade parcialmente queimado;

Thais [email protected]_thaisperez

A Polícia Civil de Paraibuna está investigando a morte de uma gestante, que teve o bebê roubado na última quinta-feira (5), em Paraibuna. O corpo da gestante foi encontrado por funcionários de uma balsa na represa da cidade, perto de uma tubulação.

Segundo a polícia, o corpo estava parcialmente queimado, com um corte na barriga. A vítima, que ainda não foi identificada, estava com a placenta intacta, o que indica a realização de uma operação cesárea 'improvisada'.

A Polícia Civil realizou a perícia no local e o corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Jacareí. Até o momento, ninguém foi preso.

"A polícia está se empenhando ao máximo para solucionar esse caso, para o delegado é uma questão de honra. Ele me afirmou que tem novidades", disse o prefeito Victor de Cássio Miranda (PSDB). Segundo ele, o crime chocou a cidade.

Conforme noticiou OVALE, a principal suspeita do caso é uma mulher que tentou registrar um bebê no hospital da cidade no dia anterior ao que a vítima foi encontrada. A suspeita alegou que a criança havia nascido na zona rural de Paraibuna. Segundo testemunhas, a polícia civil ainda não conseguiu localizar a suspeita.

Ainda de acordo com o prefeito Victor de Cássio, a suspeita não é da moradora cidade e um boletim de ocorrência foi registrado.

Segundo a polícia civil, não foi necessário acionar as equipes de outras cidades para ajudar na investigação.

A DIG (Delegacia Geral de Investigações) de Jacareí dá apoio às investigações de ocorrência em Paraibuna caso seja necessário. De acordo com Luiz Antônio Cunha, delegado da DIG de Jacareí, a investigação está 'bastante 'encaminhada'. A Polícia Militar deu também deu apoio às investigações para que o caso fosse resolvido o mais rápido possível, mas agora a delegacia trabalha sozinha para solucionar o caso..

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO