São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Viver
Julho 05, 2018 - 20:00

Sesc Taubaté cria estante só com livros sobre futebol

Paula Maria [email protected]

"Futebol se joga na alma", já dizia Carlos Drummond de Andrade. Afinal, "quem paga e quem perde as partidas é a alma", segue Nelson Rodrigues em uma de suas crônicas.

Quando o esporte se mistura com literatura, daí dá samba.... Ou melhor, jogo.

E é essa a aposta do Sesc Taubaté para o período de Copa do Mundo. Uma estante com livros sobre a temática está disponível aos visitantes da unidade.

Entre as pérolas que podem ser encontradas, "Estrela Solitária", biografia de Mané Garrincha (1933 - 1983), escrita por Ruy Castro; e "Como o Futebol Explica o Mundo", de Franklin Foer.

Também "Veneno Remédio - O Futebol e o Brasil", de José Miguel Wisnik; "Futebol ao Sol e à Sombra", de Eduardo Galeano; e "O Guia Politicamente Incorreto do Futebol", de Jones Rossi e Leonardo Mendes Jr.

"Com a realização da Copa do Mundo, desenvolvemos um projeto chamado 'Só Falta Combinar com os Russos!', com o objetivo de destacar os encontros esportivos históricos entre Brasil e Rússia (ou União Soviética até 1991), não só do futebol, mas também de outras modalidades esportivas", afirmou Luis Emilio Boldrin, técnico de programação do Sesc.

Lendas (ou não!)

E histórias não faltam. Entre elas, a da polêmica disputa do Salto Triplo nos Jogos Olímpicos de Moscou, de 1980, em que João do Pulo - atleta da nossa região - teve, supostamente, seus resultados invalidados para beneficiar os atletas soviéticos.

O próprio nome do projeto é de um curioso episódio ocorrido na Copa do Mundo, de 1958, realizada na Suécia.

"Durante uma reunião entre treinador e jogadores da seleção brasileira, o então técnico Vicente Feola definiu uma tática que era mais ou menos assim: no meio campo Nilton Santos, Zito e Didi trocariam passes curtos para atrair a marcação dos soviéticos e Vavá puxaria a defesa deles caindo pelo lado esquerdo do campo", contou Boldrin.

"Repentinamente, a bola seria lançada por Nilton Santos nas costas do marcador de Garrincha, que venceria facilmente seu adversário na corrida, dominando a bola até a área do adversário, sempre pela direita, e ao chegar à linha de fundo cruzaria na direção da marca de pênalti. Mazzola viria de frente, em grande velocidade, e já sabendo de onde a bola seria lançada, faria o gol sem chances de defesa pelo goleiro Lev Yashin!"

"Terminada a explicação, o craque Garrincha, com a camisa pendurada no ombro e com a sua natural simplicidade, perguntou ao técnico: "Tá legal, 'seu' Feola, mas o senhor já combinou isso com os russos?"

Extras.

O acesso aos livros é gratuito. Só chegar, escolher uma obra e sentar num dos espaços da unidade para lê-lo.

Vale lembrar que o Sesc Taubaté (também o de São José) exibirá o jogo Brasil x Bélgica, às 15h, desta sexta-feira (6). A unidade fica na av. eng Milton A. Peixoto, 1264, Esplanada Santa Terezinha.

A entrada é gratuita..

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO