São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Editorial
Agosto 07, 2018 - 23:21

Déficit mostra falhas

Com 400 policiais a menos do que deveria ter, RMVale é refém de criminosos e de promessas vazias de políticos


Caro leitor: como você avalia a segurança pública na RMVale? Está satisfeito com os índices de roubo, furto, homicídios e outros crime? Acredita que tudo está bem na região mais violenta de São Paulo?

E se te disserem que no Vale do Paraíba há um déficit incrível de 400 policiais? O valor é quase 12% do efetivo de toda a região, em torno de 3.400 policias. A situação pode ficar ainda pior. Até o fim do ano, com aposentadorias e demais baixas, o número vai subir para 700 agentes. Totalmente impensável.

Na ausência de proteção oferecida pelo Estado, o crime cresce. É física: o vácuo dá essa margem. A região é a mais violenta do Estado, com taxa de homicídios proporcional a cada 100 mil habitantes maior, por exemplo, que a Grande São Paulo.

Cinco das dez cidades mais violentas do interior estão na RMVale, região que registra 12 delitos por hora. Não é achismo: são dados oficiais da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Nesta edição, uma matéria de Xandu Alves mostra os números do grave déficit policial na nossa região. Os dados são apontados por fontes ligadas à alta cúpula da Segurança Pública. Não é qualquer coisa.

Somente no primeiro semestre deste ano, a região teve 173 vítimas de homicídio -- mais que qualquer outra no interior do Estado. Não era para sermos prioridade?

O governo nega o déficit, e diz que contratou, desde 2011, 317 novos policiais. Convenhamos: de qualquer jeito, é muito, mas muito pouco.

Refém do crime, o Vale precisa, mais do que nunca, ser realmente ser a prioridade na segurança pública. Durante anos esse foi o discurso do governador Geraldo Alckmin (PSDB), valeparaibano como nós, e que agora vai disputar a presidência.

Mas ficou na promessa. OVALE tem cobrado de todos os pré-candidatos ao governo do Estado para que a nossa região seja, enfim, tratada como merece no combate ao crime -- e de maneira urgente. A partir de outubro, teremos alguém para cobrar. E torcer para que a situação seja resolvida.

O crime cresce onde a segurança falha. E, já que a tendência é só piorar, já passou do ponto de ser um agrado ou somente um pedido por votos. Salvar a RMVale já virou uma necessidade..

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO