São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia terá com variação de nebulosidade na região.
Nossa Região
Setembro 13, 2018 - 17:53

Tiro de Guerra completa 100 anos com 15 mil atiradores formados

Em um século de existência, a unidade militar formou mais de 15 mil atiradores

Em um século de existência, a unidade militar formou mais de 15 mil atiradores

Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Nesta sexta-feira (14), o Tiro de Guerra de São José dos Campos comemora 100 anos de fundação. A solenidade será o momento principal de uma série de atividades realizadas nos últimos dias para celebrar a marca


Nesta sexta-feira (14), o Tiro de Guerra de São José dos Campos comemora 100 anos de fundação. A solenidade será o momento principal de uma série de atividades realizadas nos últimos dias para celebrar a marca.

Estarão presentes autoridades militares e civis, entre elas o comandante militar do Sudeste e os comandantes da 2ª Região Militar e da 12ª Brigada de Infantaria Leve de Caçapava.

Com início às 9h30, a comemoração do centenário terá as seguintes atividades: formatura militar, descerramento de placa comemorativa dos 100 anos, palavra das autoridades e coral entoando o Hino Nacional e hinos militares.

Também faz parte da solenidade o plantio de duas mudas de pau-brasil no pátio da sede por um representante da Operação Brasil. A atividade destina-se a cumprir lei federal de 1967 que tem o objetivo de plantar 100 milhões de mudas da árvore que simboliza o Brasil.

A comemoração está sendo conduzida pelos primeiros sargentos Ailton César de Sales e Paulo Rogério Heriodes, respectivamente chefe de instrução e instrutor da instituição.

Outras atividades

Os eventos realizados pelo Tiro de Guerra para lembrar a data começaram no dia 2, com um passeio ciclístico pelas ruas da região leste da cidade, reunindo cerca de 250 participantes, entre atiradores, familiares e integrantes da comunidade local.

No dia 5, um culto ecumênico reuniu dois capelães – católico e protestante – e um representante da comunidade espírita. No mesmo evento, apresentou-se o coral Clave de Deus, formado por crianças entre 6 e 12 anos.

E na quarta-feira (12), com a presença de dirigentes e atiradores, o Tiro de Guerra foi homenageado pela Câmara Municipal com a Medalha Cassiano Ricardo.

Cooperação

O Tiro de Guerra 02-037 é mantido por meio de convênio entre o Exército Brasileiro e a Prefeitura de São José dos Campos. Enquanto a instituição militar fornece fardamento, munição, material bélico e instrutores, o Município oferece as instalações e se responsabiliza pela manutenção do prédio.

O TG forma soldados reservistas que ficam quase um ano trabalhando voluntariamente depois de ser convocados para o alistamento. Ajudam em campanhas do agasalho, contra a dengue, auxiliam a Defesa Civil no combate a queimadas, visitam escolas e entidades fazendo palestras e também colaboram com atividades do Corpo de Bombeiros, entre outros serviços prestados.

História

O Tiro de Guerra de São José dos Campos foi criado pela Lei Municipal 75, de 6 de setembro de 1918, assinada pelo então prefeito, o coronel José Monteiro.

Inicialmente instalada na rua 7 de Setembro, no centro da cidade, a sede foi transferida em seguida para a rua Paraibuna. Funcionou no local até 1974, quando passou para o imóvel atual, na Vila Industrial (região leste).

O Tiro de Guerra joseense contribuiu para a formação de um contingente da Força Expedicionária Brasileira (FEB), compondo um efetivo do 6º Regimento de Infantaria de Caçapava (hoje 6º Batalhão de Infantaria Leve Aeromóvel). A tropa foi a primeira do país a embarcar para combater na 2º Guerra Mundial.

O TG 02-037 já formou 15.302 atiradores. Todos os anos, cerca de 100 jovens são treinados no serviço militar no município.

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

BRASIL

MUNDO