São José dos Campos
22º / 13º
Céu totalmente encoberto, sem aberturas de sol
Viver
May 19, 2010 - 08:28

Ácido substitui formol

Simone Siqueira

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS- A mulher que tem cabelo liso gostaria que ele fosse mais volumoso, e a que possui as madeixas mais sobressalentes sonha em um dia acordar pela manhã, se olhar no espelho e enxergá-los lisos como uma pluma.

A verdade é essa, pelo menos na maioria das vezes. Sempre em busca do cabelo perfeito, não é de hoje que a mulherada aderiu à química como a melhor amiga para 'moldar' os cabelos à maneira que quiser.

Substituição. Desde que o uso do formol foi proibido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) como um dos componentes químicos para alisar os cabelos, outros produtos passaram a substituir a química "milagrosa" das mulheres.

No mercado da região desde março, um produto à base de ácidos alisa e promete manter a saúde dos cabelos. Na composição, ácido cítrico, cinâmico, acético, de canela e láctico (antialérgico). Também possui metilparabeno e propilparabeno, este último responsável pelo alisamento dos fios.

"É o que a gente esperava e está dando muito resultado, além de ter o mesmo efeito e durabilidade do formol", explicou Nazaré de Paula, diretora técnica do Beauty Vale Cosméticos e representante da marca Ybera na região.

Segundo Nazaré, o objetivo da mistura à base do propilparabeno é alisar mas também manter a saúde dos cabelos.

"Enquanto o formol quebra e danifica os fios, além de fazer mal para a saúde, essa química à base de ácidos nutre, sela a cutícula e cuida dos cabelos".

Aprovado. A arquiteta e livreira Silvia Costa Barros, 47 anos de São José, fez o teste e aprovou. Segundo ela, o ácido substituiu muito bem o formol. "Fazia escovas com formol sempre e além do cheiro insuportável e da irritação nos olhos, meu cabelo quebrava. Agora com o ácido não há cheiro, os fios não quebram e ainda ficam muito mais sedosos".



 

Publicidade
Publicidade
Publicidade