Economia

EUA ultrapassam China e voltam a liderar exportações da RMVale

Mesmo perdendo a liderança, os dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior mostram que chineses aumentaram em 218,23% a importação de produtos do Vale do Paraíba em 2017

Xandu Alves@xandualves10
09/05/2017 às 23:59.
Atualizado em 08/07/2021 às 21:26
Exportação. Venda de automóveis para o exterior teve queda no Vale (Divulgação)

Exportação. Venda de automóveis para o exterior teve queda no Vale (Divulgação)

Os Estados Unidos retomaram a liderança na balança comercial das cidades da RMVale. No primeiro quadrimestre do ano, os americanos superaram os chineses e compraram R$ 3,010 bilhões em produtos fabricados na região. A China, que liderava o ranking desde janeiro deste ano, acumulou R$ 2,979 bilhões.

Os americanos permaneceram no topo da cadeia entre os compradores da região até o final do ano passado. Foram ultrapassados pelos chineses em janeiro.

No primeiro bimestre do ano, a China comprou R$ 2,264 bilhões da região e os americanos, R$ 1,268 bilhão. Diferença de quase R$ 1 bilhão para os asiáticos.

A China manteve o primeiro lugar entre os países que mais aumentaram, percentualmente, a importação de produtos feitos na RMVale. Entre janeiro e abril deste ano, os chineses elevaram em 218,23% a compra na região, enquanto que os Estados Unidos cresceram 3,85%. Os dois países representaram 52% do total importado da região no primeiro quadrimestre.

"Eles são fundamentais para a economia da região, mas os problemas políticos com a Coreia do Norte podem ter prejudicado as importações chinesas", declarou o economista Fernando Lacerda à reportagem de OVALE.

MERCOSUL.

No acumulado do ano, a terceira força comercial da RMVale foi a Argentina, com exportações para os vizinhos de R$ 1,083 bilhão contra R$ 646 mil em 2016, alta de 67,68%. Depois aparece o Chile com R$ 614,2 milhões, acréscimo de 131,07% ante 2016, com R$ 265,8 milhões. Uruguai caiu 17,27%: de R$ 612,1 milhões para R$ 506,4 milhões. E o México reduziu 27,42%: de R$ 563,7 milhões para R$ 409,2 milhões..

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por