Eleições 2022

TRE rejeita pedido do Psol e mantém domicílio eleitoral de Tarcísio em S.José, liberando candidatura

Tarcísio de Freitas é o pré-candidato apoiado por Bolsonaro ao governo do estado de São Paulo

Da redação
21/06/2022 às 17:25.
Atualizado em 21/06/2022 às 18:26
 (Foto: Alan Santos / PR)

(Foto: Alan Santos / PR)

O TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) manteve o domicílio eleitoral do ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas (Republicanos) em São José dos Campos, rejeitando o pedido de investigação do Psol sobre possíveis irregularidades no domicílio do pré-candidato ao governo do Estado.

Assim, Tarcísio poderá confirmar sua candidatura. Ele é o pré-candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). O ex-ministro escolheu São José como seu domicílio eleitoral, e tem sido criticado por opositories, por não residir de fato na cidade -- apesar de ter alugado um imóvel no município. 

O pedido foi protocolado pelo presidente do Psol, Juliano Medeiros, sob o argumento de que Tarcísio não mora no estado. Medeiros utilizou como base o fato de o TRE-SP não ter reconhecido o vínculo de Sergio Moro (União Brasil) com São Paulo, impedindo que o ex-juiz se candidatasse pelo estado.

Na sessão desta terça, o desembargador Silmar Fernandes, relator do caso, afirmou que "não deu conhecimento do pedido em face da intempestividade". De acordo com o relator, o partido ajuizou a ação fora do prazo de 10 dias e submeteu a decisão ao plenário. A rejeição ao pedido do PSOL foi unânime.

Em nota enviada à imprensa, o PSOL chamou a decisão de "equivocada" e alegou que não há prazo para pedir revisão do cadastro eleitoral. O partido ainda apontou que irá recorrer da decisão.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por