Leila Paes

E o agora?

Vamos dar alguns minutos para uma análise sobre a nossa fixação pelo amanhã

Leila Paes, pastora e psicóloga
12/05/2022 às 16:55.
Atualizado em 13/05/2022 às 23:49
Leila Paes (Divulgação)

Leila Paes (Divulgação)

O “agora” anda desprezado. Fixamos nossas atenções no amanhã, ou fazemos uma moradia no ontem. Mas o hoje, o agora, passam rapidamente e sem atenção. O que você pensa disso? Será saudável? Que consequências tem esse modo de passar os dias para nós?

Vamos dar alguns minutos para uma análise sobre a nossa fixação pelo amanhã. Voltamos nossos pensamentos para tudo o que poderá ser, e o famigerado “e se...” torna-se uma figura presente e prepotente, tomando conta de quase todas as palavras que estão nos nossos pensamentos. Que ousadia, não? Por que, na verdade, o amanhã não existe ainda e o “e se” é tão duvidoso quando uma ilusão qualquer. Não há garantias de que ele se concretize... No entanto, passamos muito tempo com a chamada “pré-ocupação” em ação, permitindo que ela tome conta de nossos dias,  como se fosse possível ocupar-se antecipadamente de alguma coisa com algum sucesso... Se formos ver, na realidade, o ocupar-se antes só é possível para planejamento, para preparar-se para a realização de sonhos, para a busca de alvos, mas não para resolver antecipadamente situações que podem bem não acontecer. Muitas vezes o que fazemos é montar cenários que não se concretizarão. E o nosso cérebro sofre no processo, pois vive com intensidade o que as palavras criam em nossa fala interna. A pergunta é: o quanto disso vale a pena?

Sobre fazer uma moradia no ontem, você pode perguntar-se o que quero dizer com isso. É aquela situação na qual não conseguimos sair de um problema do passado, não conseguimos virar uma página, ou deixar a nostalgia, nem perdoar uma ofensa. Passamos a viver naquela história que nos feriu, ou naquele tempo que era bom, ou naquela injustiça que nos fizeram, não permitindo que o agora construa algo novo, afinal nossas energias estão sendo usadas em manter aquele passado nos controlando. Também pergunto: esse esforço vale a pena?

Temos hoje o agora. Ele é uma nova chance, uma oportunidade. Nele está o que de fato pode mudar nosso dia a dia. É o lugar de uma escolha, e também do primeiro passo, que pode resultar em uma jornada muito enriquecedora. É também o lugar de um sorriso ou de um abraço que pode mudar o dia de alguém, especialmente o nosso mesmo. Mas preocupados com o amanhã ou paralisados no ontem, deixamos o agora passar! Nós o perdemos!

As Escrituras Sagradas nos ensinam: Não abandone a sabedoria, e ela o protegerá; ame-a, e ela cuidará de você. (Provérbios 4:6). Vamos praticar as coisas preciosas que a sabedoria do Céu nos ensina e isso vai cuidar do nosso coração e da nossa mente. Eu tenho um convite: dê ao agora todo o valor que ele merece. Aproveite-o com intencionalidade e força. Desfrute do momento presente, e construa um amanhã cheio de boas surpresas. 

LEIA MAIS

28/05/2022 - 00:15

27/05/2022 - 17:33

27/05/2022 - 16:34

VER MAIS
Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por