Editorial

Surge uma nova crise?

24/12/2021 às 01:19.
Atualizado em 24/12/2021 às 01:19

Jair Bolsonaro (PL) é um presidente da República tão incompetente que consegue criar uma crise mesmo quando buscava agradar alguém.

No fim desse ano, ele tentou se passar pelo Papai Noel ao presentear os policiais com uma reserva no orçamento de 2022 de R$ 1,7 bilhão para reajuste salarial. Obviamente, não há nada de Bom Velhinho em Bolsonaro. A real intenção era satisfazer uma parcela importante de sua base eleitoral, em busca de votos no ano que vem. Ou seja, um presente que, no fim, seria para o próprio presidente. Mas, ao deixar as demais categorias de fora, Bolsonaro comprou uma briga com os outros servidores federais, que agora ameaçam deflagrar a maior greve no setor dos últimos 10 anos. O movimento começou na última semana, com a entrega de cargos na Receita Federal. Até quinta-feira (23), 635 auditores já haviam renunciado.

As reclamações ecoam também em outras categorias, como servidores do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), peritos médicos e auditores agropecuários. É importante lembrar, nesse ponto, que a questão do reajuste seria apenas o estopim de uma insatisfação acumulada, provocada pelos diversos episódios de tentativa de interferência política do governo Bolsonaro em diferentes órgãos.

O que aumenta a insatisfação do funcionalismo é que o orçamento de 2022 também reservou R$ 4,934 bilhões para o fundo eleitoral e R$ 16,5 bilhões para as emendas de relator, do tal orçamento secreto. Ou seja, dinheiro tem, mas ele é empregado de acordo com vontades meramente políticas.

Se as ameaças de greve se concretizarem, como Bolsonaro vai sair dessa encruzilhada em que ele mesmo se colocou? Provavelmente usando ainda mais dinheiro público para acalmar os ânimos.

Como em diversos outros episódios desde janeiro de 2019, tudo teria sido mais fácil se o presidente fizesse o básico, pensando exclusivamente no que seria melhor para o país, sem colocar seu projeto de poder acima de todos.

Bolsonaro acha que a Terra é plana e que as urnas eletrônicas são viciadas, mas não sabemos se ele acredita em Papai Noel e se enviou cartinha para o Bom Velhinho. O certo é que, definitivamente, o presidente não se comportou bem esse ano e não merece nenhum presente de Natal.

LEIA MAIS

15/01/2022 - 01:22

08/01/2022 - 01:09

31/12/2021 - 01:29

VER MAIS
Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por