Imunização

Caraguá dá início à vacinação infantil contra a Covid-19

O primeiro público-alvo são crianças com comorbidades ou portadoras de deficiência

Patrick C. Santos
18/01/2022 às 08:38.
Atualizado em 18/01/2022 às 08:38
640 doses pediátricas foram enviadas pelo Estado (Divulgação/PMC)

640 doses pediátricas foram enviadas pelo Estado (Divulgação/PMC)

A Sesau (Secretaria de Saúde) de Caraguatatuba informa que, a partir das 8h desta terça-feira (18), começou a vacinação infantil contra a Covid-19 em Caraguatatuba. O primeiro público a ser atendido conta com as crianças portadoras de comorbidades e/ou deficiências.

Entre no nosso grupo do WhatsApp e fique sempre ligado nas notícias mais importantes da RMVale, do Brasil e do mundo - Clique aqui e esteja sempre bem informado!

Para a imunização do público-alvo, o município litorâneo recebeu, inicialmente, 640 doses pediátricas da Pfizer pelo governo do Estado.

A vacinação ocorre em três pontos estratégicos. Os pontos são localizados na UBS José Maurício Borges, no bairro Perequê Mirim; no Cem (Centro de Especialidades Médicas), no Centro e na EMEF Prof.ª Antonia Antunes Arouca, no bairro Massaguaçu.

Atenção! Tanto o MS (Ministério da Saúde) quanto a Secretaria de Saúde do Estado de SP contraindicam a aplicação da vacina contra a Covid-19 caso a criança tenha recebido outro imunizante nos últimos 15 dias.

Agendamento

Para agendar o dia e horário que sua criança deve se imunizar, o pai e/ou responsável deve baixar o aplicativo 'Caraguatatuba 156' e realizar um pedido de agendamento.

Preenchendo todos os dados, basta esperar o sistema atualizar com as especificações do agendamento.

O app está disponíveis para aparelhos Android e também IOS.

Comorbidades

Quanto às comorbidades, no dia da vacinação, o responsável pela criança deverá comprová-la com a apresentação de uma receita médica, um exame laboratorial, um relatório médico ou uma prescrição médica.

Confira quais comorbidades apontadas pelo MS (Ministério da Saúde) dão direito antecipado à vacinação:

– Insuficiência cardíaca, cor-pulmonale e hipertensão pulmonar, cardiopatia hipertensiva, síndrome coronarianas, valvopatias, miocardiopatias e pericardiopatias, doença da aorta, dos grandes vasos e fistulas arteriovenosas, arritmias cardíacas, cardiopatias congênitas no adulto, próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados, talassemia, síndrome de down;

– Diabetes mellitus, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial resistente, hipertensão arterial estágio 3, hipertensão estágio 1 e 2 com lesão e órgão alvo, doença cerebrovascular, doença renal crônica, imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos), anemia falciforme, obesidade mórbida, cirrose hepática e HIV.

Dúvidas

Caso haja dúvidas quanto ao preenchimento do cadastro, a população poderá solicitar ajuda do ‘156’, através do portal ou do aplicativo.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por