Pandemia

Plataforma ‘Vacina Já’ abre pré-cadastro para crianças de 5 a 11 anos se imunizarem contra Covid-19

Governo estadual espera o envio de 240 mil doses da vacina da Pfizer pelo Ministério da Saúde para iniciar a vacinação contra a Covid em crianças

Xandu Alves
12/01/2022 às 13:35.
Atualizado em 12/01/2022 às 13:35
Vacinação em São Paulo (Governo de SP)

Vacinação em São Paulo (Governo de SP)

O governo estadual anunciou o início do pré-cadastro de crianças de 5 a 11 anos, na plataforma ‘Vacina Já’, para receber a vacina contra a Covid-19.

Pais e responsáveis já podem incluir informações de seus filhos de 5 a 11 anos na plataforma, por meio de formulário eletrônico. A medida agiliza o processo de vacinação.

“São 4,3 milhões de crianças nessa faixa etária para serem atendidas em São Paulo. Distribuindo 4,5 milhões de carteirinhas e 4,5 milhões de seringas e agulhas para a vacinação”, afirmou o governador João Doria (PSDB).

“O Estado está pronto para iniciar a vacinação, com capacidade de 250 mil crianças por dia, podendo ser superior. Quantos mais rápido vacinarmos, mais protegidas as crianças estarão.”

Segundo a coordenadora do PEI (Programa Estadual de Imunização), Regiane de Paula, a meta é começar a vacinação de crinças em São Paulo na segunda quinzena de janeiro, assim que chegarem as doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

“Esperamos receber a vacina da Pfizer, uma previsão de 240 mil doses até o dia 14 de janeiro, mas podemos vacinar muito mais. Vamos seguir preconizando vacinar prioritariamente crianças com comorbidades, deficiências, indígenas e quilombolas, de 5 a 11 anos”, afirmou Regiane.

Segundo ela, pais e responsáveis devem apresentar exames, receitas, relatório ou prescrição médica para comprovar a comorbidade das crianças. “Muitas delas têm cadastro na unidade básica de saúde e isso pode ser usado”.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por