Justiça

Mulheres podem denunciar crimes de gênero em até dois anos no Reino Unido

A mudança foi realizada com objetivo de ajudar vítimas e restaurar a confiança no sistema judicial

Maria Luiza Machado
05/01/2022 às 14:16.
Atualizado em 17/01/2022 às 10:24
O anúncio foi feito pelo ministro da Justiça (Reprodução)

O anúncio foi feito pelo ministro da Justiça (Reprodução)

Após uma série de casos de feminicídios que chocaram o Reino Unido, o governo britânico está com o objetivo de “restaurar a confiança das mulheres no sistema judicial”.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp ➤ https://bit.ly/ovale-agora-24 & receba matérias exclusivas. Fique bem informado! 📲

Segundo o que foi anunciado nesta quarta-feira (5), pelo ministro da justiça, Dominic Raab, ao jornal Daily Telegraph, as vítimas poderão relatar os ataques até dois anos após a ocorrência, em vez dos atuais seis meses.

Além da nova regra de tempo, tirar fotos ou fazer vídeos sem consentimento de mulheres amamentando também será considerado crime e a punição pode ser de até dois anos de prisão.

"Nos 12 meses até março de 2020, 1,6 milhão de mulheres foram vítimas de violência de gênero, mais de 600.000 foram abusadas sexualmente, e quase 900.000 foram assediadas", disse o ministro.

"Proteger mulheres e meninas e lhes dar confiança no sistema de justiça criminal é minha prioridade máximo", frisou.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por