Viver

Agenda cultural vai voltando a ganhar força no Vale do Paraíba

Shows e festivais estão de volta, com programação até o final do ano na região

Thais Perez
27/05/2022 às 17:08.
Atualizado em 27/05/2022 às 18:31
Show de comemoração  (Divulgação)

Show de comemoração (Divulgação)

O momento que os fãs de música esperavam chegou. Festivais e shows de artistas estão florescendo por todo o Brasil após o período mais duro da pandemia, formando novamente uma agenda cultural robusta e para todos os gostos.

A marca principal do início dos shows foi a liberação de uso de máscara nos estados brasileiros. Quando elas recém foram liberadas, o Lollapalooza foi o primeiro festival de grande porte a marcar a volta dos eventos.

Até o Primavera Sound, festival espanhol, decidiu dar as caras pela América Latina pela primeira vez, com datas marcadas para outubro deste ano.

O Primavera Sound São Paulo irá acontecer do dia 31 de outubro até o dia 6 de novembro,  sendo os dias 5 e 6 de novembro ao longo dos 400 mil metros quadrados do Distrito Anhembi e entre os dias 31 de outubro e 04 de novembro com vários shows na capital paulista.

A line up conta com bandas como Arctic Monkeys, Björk, Beach House, Gal Costa, Interpol, Lorde, Charlie XCX, entre outros nomes como atrações principais. Os ingressos custam de R$ 490,00 a R$ 2.600,00.

Antes disso, São Paulo se aquece para a maratona com a Virada Cultural. Tradicional evento que tomava a madrugada paulistana, terá diversos palcos espalhados pela cidade, com música para todo tipo de público. O evento terá não só atrações musicais, mas também apresentações de teatro, dança, intervenções artísticas, cinema, circo e festas.

<pstyle:ct\_2>Entre os artistas que participarão estão Arnaldo Antunes, Pitty, Fresno, Mano Brown, Supla, Gloria Groove, entre outros. A entrada é gratuita para todas as atrações.

VALE DO PARAÍBA.

A agenda cultural da região também já começa a ficar cheia. Quem passa por aqui é o Capital Inicial e o Raimundos, em um show que acontecerá no dia 4 de junho. A apresentação conjunta será no palco do Palácio Sunset, na zona oeste de São José. Já no dia 19, o rock nacional ganha mais um reforço com o show da banda Fresno, que também rola no Palácio Sunset.

"Estamos bem otimistas, o mercado está bem aquecido. Somos o último setor a voltar. Contudo, a concorrência também é grande", explica Dodô Minas, produtor de eventos em São José dos Campos e região.

Ainda que a vontade de sair esteja grande, a população ainda está com pouco poder de compra. Outro fator de dificuldade é o preço para produzir os shows.

"Os cachês estão bem mais altos, além dos alugueis das casas de show, que já são poucas aqui na região", afirma Dodô. Segundo ele, há locais sem data para locação até outubro deste ano.

Um dos novos locais para show será a FarmaConde Arena, que terá apresentação de Sandy, em novembro deste ano e um show do Skank em sua turnê de despedida, ainda em julho.

Além de ser uma boa notícia para os fãs de música, a volta do setor de entretenimento também aquece o mercado. "Um show costuma ter uma média de 100 colaboradores", explica.

Quanto aos protocolos de saúde, o produtor afirma que a prefeitura está dando orientações para que não haja irregularidades. "Estão facilitando para nós", afirma Dodô.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por